sexta-feira, 11 de fevereiro de 2011

Geraldo Alckmin "livra" Lu Alckmin de dirigir Parque Água Branca e suas obras irregulares

Jornal Diário da Lapa

O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), tirou de sua mulher, Lu Alckmin, o controle do Parque da Água Branca. A medida foi publicada no último sábado, dia 5/02/11, retirando o Fundo de Solidariedade e Desenvolvimento Social e Cultural do Estado de São Paulo (Fussesp), presidido pela primeira-dama, da gestão da área verde.

Mal começou a dirigir o local, conforme era então determinado que seja presidido pela primeira-dama, Lu Alckmin já havia sido convocada pelo Ministério Público para explicações sobre as obras no Parque, que começaram na gestão anterior.

Conforme o Diário da Lapa tem publicado, há suspeita de irregularidades nas obras, com áreas tombadas sendo alteradas e os serviços, ainda, não tinham autorizações de órgãos ambientais. Em uma visita no Parque, em setembro de 2010, o Ministério Público até interditou a obra.

A vistoria, na época, feita pelo promotor Washington Luís de Assis e por um técnico do Ministério Público constatou que as obras nos tanques de peixes e em um prédio anexo a uma mina de água estavam sendo realizadas sem autorização de órgãos técnicos, como a Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (CETESB). Também foi constatada a necessidade de reforma das galerias de águas pluviais do Parque devido à impermeabilização do bairro, ocorrendo danos para o parque devido à drenagem insuficiente. E o DAEE ficará incumbido da reforma das galerias de drenagens de águas pluviais, dos tanques situados no Bosque das Palmeiras e do arruamento que venha a ser danificado por essas obras.

As obras, orçadas em R$ 12 milhões, iniciaram após o governador Alberto Goldman (PSDB) emitir decreto em junho de 2010 e foram coordenadas pela então primeira-dama, Deuzeni Goldman.

Agora, com esse decreto, o atual governador, Alckmin, transferiu a responsabilidade pela administração do Parque para a Secretaria de Estadual de Agricultura e não mais para o Fundo de Solidariedade e Desenvolvimento Social e Cultural do Estado de São Paulo (Fussesp).

http://www.diariodalapa.com.br/